Panela Caseira – Lúpulos Americanos

Continuando a série sobre lúpulos das diferentes áreas produtoras, desta vez falaremos sobre os lúpulos dos Estados Unidos. Originalmente trazidos por agricultores ingleses e holandeses no século XVII, os lúpulos americanos sofreram cruzamentos e transformações durante o tempo. Têm aromas e gostos cítricos, frutados e que remetem a pinho, em sua maioria. Os lúpulos de amargor se caracterizam por gerar um amargo presente, rasgante em certos casos.

lupulos_americanos

Lúpulos Americanos – Características e Variedades

 

A escola cervejeira americana é caracterizada pelos extremos, por ir além do tradicional. Seja em aromas, seja em amargor ou em graduação alcoólica. Levando isto em conta, é compreensível que foram desenvolvidos por lá alguns dos lúpulos com maior alfa-ácido (composto que gerará o amargor) e grande carga de óleos essenciais (compostos responsáveis por gostos e aromas). Entre os mais famosos lúpulos de elevado potencial de amargor está o Columbus, um dos mais utilizados por também ter um ótimo perfil aromático. É possível encontra-lo na Hop Ottin’ IPA da cervejaria Anderson Valley.

Hoje em dia, os Estados Unidos é um dos maiores produtores de lúpulo além de um grande esforço em pesquisa para aprimorar as plantas e criar novos cruzamentos que tragam diferentes aromas e gostos. Veja abaixo alguns exemplos de lúpulos americanos e alguns exemplares que é possível degusta-los:

Aroma que remete a condimentos mas, principalmente, cítrico, associado à toranja. Pode ser encontrado na Sierra Nevada Pale Ale, Bear Republic Racer 5 e Anchor Brewing Liberty Ale.

lupulos_americanos_cascade

Aroma e gosto fortemente cítricos, remetendo à laranja. Pode ser encontrado na Rogue Yellow Snow IPA, Dogfish Head 60 minute IPA e Brewdog Interstellar Red.

lupulos_americanos_amarillo

Seguindo o nome, aroma cítrico presente mas não para por aí. Uma enorme gama de aromas frutados acompanha este lúpulo: manga, maracujá, abacaxi e pêssego são comumente utilizados para descrever. Pode ser encontrado na Júpiter APA e Wäls Session Citra.

lupulos_americanos_citra

 

Aroma com nota de pinho mas predominantemente frutado remetendo à mirtilo, tangerina, abacaxi e frutas tropicais, em geral. Pode ser encontrado na Adnams Jack Brand Mosaic Pale Ale e Duvel Tripel Hop 2014.

lupulos_americanos_mosaic

Aroma bem frutado, remetendo à toranja e frutas tropicais, com aromas de pinho e até terrosos presentes. Pode ser encontrado na Green Flash West Coast IPA, 2 Cabeças Hi5 e Brewdog Libertine.

lupulos_americanos_simcoe

Se feijoada vai muito bem com laranja, não deve ser diferente com uma cerveja carregada de amarillo. Uma salada que fica gostosa com frutas deve ficar deliciosa com uma cerveja mais leve temperada com citra. Usem a imaginação! Grande parte dos cervejeiros caseiros recria estilos americanos nas suas panelas atualmente. A maioria, inclusive, começou por eles. Será que estes perfis de lúpulo não ficariam interessantes em outros estilos como base da receita? Será que uma base inusitada não geraria um resultado interessante? Ousem, tentem e me convidem para provar os resultados.

Magoo Pellegrino

magoo pellegrino

Magoo Pellegrino é cervejeiro caseiro, formado no Curso de produção do Pier 1327 ministrado por Jaime Filho, também formado como Beer Sommelier pela ABS-SP/ Intituto da Cerveja e criador do blog O Beer Sommelier. Em 2011, durante uma viagem pela Alemanha, descobriu que o mundo da cerveja ia muito além das “pilsen” brasileiras. Depois de várias cervejas e uma visita ao restaurante da Aecht Schlenkerla, apaixonou-se de vez pelo líquido sagrado. No começo de 2012, descobriu que era possível fazer cerveja em casa e, desde então, não parou. Atualmente cursando o curso de beer sommelier e sempre estudando para aprender mais sobre produção de cerveja. Também é vocalista de uma banda de rock e engenheiro automobilístico nas horas vagas.