Panela Caseira – Lúpulos Ingleses

Assim como as uvas para o vinho, os lúpulos também têm características variadas que dependem da sua região de cultivo. O chamado “terroir” depende do solo e do clima, principalmente. Não apenas o terroir mas também variedades da planta dão características específicas baseadas nas quantidades dos óleos esseciais, conforme abordei na última coluna. Algumas características de estilos hoje conhecidos nasceram exatamente desta regionalidade sensorial dos lúpulos como, por exemplo, o aroma de uma IPA inglesa.

lupulos

Os grandes produtores de lúpulo no mundo estão nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, República Tcheca e Nova Zelândia. Com exceção da Nova Zelândia, os grandes produtores de lúpulo estão dividos praticamente como as escolas cervejeiras, sendo que a República Tcheca segue a escola alemã e foi berço, pelas mãos de um cervejeiro alemão da Bavária, do estilo mais famoso do mundo, Pilsen.

Vamos abordar primeiramente os lúpulos do Reino Unido. Acredita-se que o cultivo de lúpulos nas terras da rainha tenha começado no final do século XV, trazido da região de Flandres para a região de Kent. No século XVII, as cervejas sem lúpulo já não eram populares incentivando o cultivo de lúpulo. O século XIX foi a era de ouro para os produtores, que estava espalhados por todo o Reino Unido. Atualmente, estão concentrados apenas nos condados ingleses do centro-oeste e do sudeste.

Os lúpulos ingleses têm aroma terroso, gramíneo, floral, frutado, levemente cítrico, amadeirado e condimentado. São mais comumente utilizados em estilos ingleses por sua característica marcante mas, devido a leveza e complexidade de algumas variedades, são ótimos para session beers.

Abaixo cito alguns exemplos com suas características algumas cervejas onde é utilizado:

: fuggles-flor-lupulo-100gTerroso, amadeirado e floral. Pode ser encontrado na Shipyard Fuggles IPA, Fuller’s London Porter e Theakston Old Peculier;

Kent Goldings(East Kent Goldins ou Kent Goldings): Condimentado, floral e terroso. Pode ser encontrado na Fuller’s ESB e Brooklyn IPA;

Northern BrewerAmadeirado com leve mentolado, lembrando pinho. Pode ser encontrado na Anchor Steam Beer;

Willamette Condimentado e herbáceo com leves notas florais e frutadas. Pode ser encontrada na Sea Dog Riverdriver Hazelnut Porter, Southern Tier Oat Imperial Oatmeal Stout , Anderson Valley Boont Amber e Sierra Nevada Porter;

lupulo admiral
Amadeirado, herbal e cítrico. Pode ser encontrado na Adnams English Red Ale.

Existem muitas outras variedades de lúpulos ingleses e todas ficam excepcionais com estilos ingleses americanos e até alguns belgas e alemães. E por que não sair fora da caixa e inventar uma cerveja sua com a complexidade dos aromas ingleses? Goldings, qualquer variedade, fica muito bom com caramelo pronunciado, por exemplo.

Magoo Pellegrino

magoo pellegrino

Magoo Pellegrino é cervejeiro caseiro, Diretor de Eventos na ACERVA-SP, Formado no Curso de produção do Pier 1327 ministrado por Jaime Filho, Formado com Beer Sommelier pela ABS-SP/ Intituto da Cerveja e criador do blog O Beer Sommelier.. Em 2011, durante uma viagem pela Alemanha, descobriu que o mundo da cerveja ia muito além das “pilsen” brasileiras. Depois de várias cervejas e uma visita ao restaurante da Aecht Schlenkerla, apaixonou-se de vez pelo líquido sagrado. No começo de 2012, descobriu que era possível fazer cerveja em casa e, desde então, não parou. Atualmente cursando o curso de beer sommelier e sempre estudando para aprender mais sobre produção de cerveja. Também é vocalista de uma banda de rock e engenheiro automobilístico nas horas vagas.