“Uma grande descoberta!” – Os dizeres estampados na garrafa de uma das mais surpreendentes cervejas feitas em nosso país fazem jus ao seu potencial. Elaborada nas panelas de cervejeiros caseiros de Curitiba, com distribuição restrita a amigos e conhecidos, mais tarde “adotada” por uma grande cervejaria, sendo produzida em larga escala em sua planta com uma parceria não antes vista no país e tornando-se uma lenda entre as cervejas brasileiras, a Petroleum tem uma história mais que surpreendente.

petroleum é nosso

Os cervejeiros Murilo Foltran, Julio Moutinho e Luiz Araujo produziram a receita pela primeira vez julho de 2010, e desde então a fama do “Ouro Negro” se espalhou aos ouvidos dos cervejeiros. Na primeira brassagem, que durou 24 horas e exigiu o empenho dos cervejeiros devido à quantidade estratosférica de maltes (foram utilizados 50 quilos de malte para um equipamento de 120 litros de capacidade), o resultado surpreendeu positivamente, e daí em diante nasceu a lenda. A receita foi repetida, com ajustes na receita e resultados similares, e passou a povoar os festivais cervejeiros do sul do Brasil, acabando em poucas horas e sendo constantemente a mais comentada entre os visitantes. Mês após mês o mito crescia, e a Petroleum se tornou objeto de desejo de qualquer fã de cervejas especiais.

josé-felipe-pedras-carneiro-cervejaria-wals

Um desses cervejeiros, José Felipe Carneiro da mineira Wäls, foi um dos profissionais que se fascinaram pela cerveja e resolveu apostar em uma parceria com os autores da cerveja. A proposta era a produção em larga escala e distribuição da Petroleum, em sua receita original, pela Wäls. Em outubro de 2011 o convite foi feito e em janeiro de 2012 a primeira brasagem aconteceu.

No momento em que foi anunciada a parceria com a cervejaria Wäls, a expectativa do público pelo lançamento era imensurável, pois todos sabiam que o tesouro estava em boas mãos. A Wäls é hoje uma das mais bem estruturadas microcervejarias do país, contando com equipamentos de primeira linha, além de uma grande área reservada para maturação em barris de carvalho francês, trazidos diretamente das destilarias de single malt da Escócia, adega para maturação de cervejas feitas pelo método champenoise, a Wäls Brut, com controle de humidade e temperatura e sistema de tratamento de água e resíduos próprio.

wals-petroleum

Em março de 2012 a espera acabou. A Petroleum estava no mercado e esgotava-se lote após lote. O êxito era tremendo e elevou ainda mais o status da cerveja, que logo em sua estreia recebeu a medalha de ouro no maior concurso de cervejas da américa latina, a South Beer Cup. O sucesso da cerveja rendeu belos frutos também a Wäls, que incorporou de vez a cerveja em seu portfólio, ajustando a receita de acordo com o tempo e tornando-a mais equilibrada. É hoje um dos rótulos mais vendidos da cervejaria e obrigatório no cartel de qualquer cervejeiro que se preze.

dum-petroleum-jean-kubis

Por mais gratificante que tenha sido ter sua cerveja produzida por uma das maiores cervejarias do país, a sede dos cervejeiros da Dum era maior. A cervejaria precisava fabricar novos rótulos e disponibilizar em larga escala ao público, além é claro de trazer de volta a Petroleum original. Para isso, uma nova cervejaria anunciou a parceria com os cervejeiros, os compatriotas da Gauden Bier, de Curitiba. Hoje, a Dum produz além da Petroleum a Jan Kubis, uma lager clara bem lupulada e refrescante, e a Gran Cru, uma Double Witbier lançada no último Festival Brasileiro da Cerveja.

Se você acha que a história que contamos acima é digna de um filme, saiba que você pode fazer com que isso se torne realidade. A Dum, através da plataforma de financiamento coletivo Catarse, está levantando fundos para promover a produção de um documentário sobre a história da Petroleum e o crescimento do mercado cervejeiro. Falamos sobre isso em um post sobre o Crowdfunding Cervejeiro (clique aqui para conferir) e conversamos com Murilo Foltran, um dos criadores da Petroleum, que nos contou detalhes sobre o projeto. Confira aí:

caso não consiga visualizar este vídeo clique aqui

Você brejeiro, faça a sua parte e contribua para que esse projeto seja um sucesso. O link direto para o projeto está aqui  e as doações se encerram em 10 de maio. Ajude a nossa cultura cervejeira e faça com que essa história fantástica seja contada.

Cheers!