Salve Salve brejeiros! É tempo de Natal e a ceia está chegando, mas vocês sabem a origem da Ceia como conhecemos hoje? Vamos explicar e também sugerir harmonizações com a nossa tão conhecida Ceia.

Para muitas pessoas, a ceia natalina está ligada à última ceia de Cristo ao lado de seus discípulos, e talvez realmente tenha ligação. Porém, a Ceia de Natal como conhecemos originou-se do antigo costume europeu de deixar as portas das casas abertas no dia de Natal para receber viajantes e peregrinos, e esses, juntamente com a família hospedeira, confraternizavam aquela data tão significativa para os cristãos.

Nesta comemoração era preparada sempre bastante comida, composta por pratos diversos. E foi assim que essa tradição percorreu o mundo todo e cada região deu um toque pessoal para sua ceia, por exemplo, a adição do peru na ceia é norte-americana devido ao dia de ação de graças, peculiaridade que logo passou a fazer parte dos costumes de outros países,como no Brasil.

A seguir os principais pratos presentes na ceia brasileira:

• Peru;
• Rabanada;
• Leitão;
• Arroz;
• Farofa;
• Castanhas;
• Nozes;
• Salpicão;
• Frutas (em especial as exclusivas do território brasileiro);
• Salada tropical;
• Vinhos, Champagne;
• E claro que não podia faltar a cerveja.

Por isso o brejada vai dar dicas de preparo e harmonização de pratos típicos da Ceia Brasileira com cervejas que combinam perfeitamente.

 Rabanada

Ingredientes

  • 5 pães franceses amanhecidos, bem duros
  • 400 ml de leite
  • 2 ovos
  • Óleo para fritar
  • Açúcar, canela, coco ralado etc, para polvilhar

Modo de Preparo

  1. Corte os pães em fatias (rodelas) grandes
  2. Coloque as fatias de pão de molho no leite, em uma vasilha grande
  3. Bata os ovos com um garfo, até ficar bem leve
  4. Aqueça bastante óleo em uma frigideira grande
  5. Quando o óleo estiver quente, pegue as fatias de pão, uma a uma, esprema o excesso de leite, mergulhe a fatia nos ovos batidos e coloque no óleo para fritar
  6. Vire as fatias de vez em quando
  7. Quando as fatias estiverem bem douradas, retire-as do óleo com uma escumadeira e coloque-as em um prato com papel absorvente para retirar o excesso do óleo
  8. Após secar o óleo, disponha as fatias em uma vasilha para servir
  9. Misture açúcar a gosto com canela em pó, ou açúcar com coco ralado, e polvilhe sobre as fatias

 Hamoniza com:

Erdinger Weissbier Dunkel

Tipo de Harmonização: Semelhança

A combinação das notas torradas, o pão e a canela, casam perfeitamente com essa cerveja de trigo escura, onde as notas doces da cerveja são ressaltadas pelo prato.

Panetone

Ingredientes

  • 1 Kg de farinha de trigo
  • 100 g de fermento biológico
  • 200 g de manteiga
  • 200 g de açúcar
  • 15 g de mel
  • 8 gemas
  • 10 g de sal
  • 250 g de frutas cristalizadas
  • 150 g de uvas passas embebidas no rum
  • 1 pitada de vanilina ou aroma de baunilha
  • raspas e suco de laranja
  • agua até dar o ponto, pode substituir por leite
Modo de preparo
  1. Numa vasilha, misture 100 g de farinha, o fermento e um pouco de água
  2. Fica com aparência de esponja
  3. Deixe descansar por 15 minutos e depois adicione o restante dos ingredientes, colocando as frutas cristalizadas e as uvas sempre por último e faça uma massa bem macia
  4. Deixe descansar, coberta por um pano, durante 20 minutos e em seguida, faça os modelos, coloque nas formas e deixe descansar novamente até quase atingir o dobro
  5. Leve para assar numa assadeira ou em forma de papel, colocando num forno aquecido a uma temperatura média de 180 graus

Hamoniza com:

Anderson Valley Winter Solstice

Tipo de Harmonização: Semelhança

Essa cerveja traz notas frutadas, que combinam muito bem com as frutas cristalizadas do panetone, e suas notas maltadas remetem a baunilha e combinam com a massa da sobremesa. A cerveja também combina com frutas secas ou desidratadas, típicas dessa época.

Tender

Ingredientes

  • 1 tender redondo
  • 4 colheres de sopa de mel
  • 4 colheres de sopa de mostarda
  • 1 saquinho de cravos
  • Rodelas de abacaxi para enfeitar
  • Cerejas para enfeitar
  • Uvas para enfeitar
Modo de preparo
  1. Prepare uma mistura com a mostarda e o mel e mexa bem
  2. Reserve
  3. Faça cortes quadriculares no tender
  4. Espete cravos nas junções
  5. Lambuze-o com esta mistura de mostarda e mel e leve ao forno até que fique douradinho
  6. Enfeite a travesse com rodelas de abacaxi, uvas e cerejas

Harmoniza com:

Wäls Tripel

Tipo de Harmonizção: Semelhança e corte

O tender, quando servido com abacaxi, pede uma cerveja com características frutadas, além da potência alcóolica para contrabalancear a gordura da carne. Para isso, uma Belgian Tripel é o estilo ideal, sendo a mineira Wäls um belo exemplar, além de a garrafa arrolhada ter um charme à parte. Se o tender for servido sozinho, uma Bock pode ser uma excelente pedida, como a Eggenber Urbock 23.

Leitão

Ingredientes

  • 1 leitão pequeno
  • Vinho branco (deve ser de boa qualidade)
  • Pimenta branca
  • 7 dentes de alho amassados
  • 5 colheres banha amarela, se necessário
Modo de preparo
  1. Colocar o leitão inteiro de um dia para o outro a marinar em vinho branco, pimenta, alhos
  2. No outro dia colocar o leitão em uma assadeira e deixar assar por 1 a 2 horas, tendo o cuidado de virar o leitão
  3. Este deve ficar com uma cor rosada e apetitosa
  4. Se o leitão tiver pouca gordura, então neste caso terá de barrar ou colocar na parte interna do leitão banha amarela
  5. A cozedura depende muito do tipo de forno, por isso deve ter atenção para que este asse devagar e bem e não fique queimado

Harmoniza com:

Bodebrown Wee Heavy

Tipo de Harmonização: Corte

O leitão possui uma carne bastante gordurosa, principalmente se preparado “à pururuca”, para isso, precisamos de uma cerveja alcóolica, com corpo denso e que consiga fazer frente ao sabor forte do prato. Para isso, escolhemos uma Strong Scotch Ale, a Bodebrown Wee Heavy. A força alcóolica da cerveja e o caráter maltado fazem com que a harmonização realce os sabores intensos do conjunto.

Peru

Ingredientes

  • 1 peru limpo com cerca de 4 Kg
  • 2 cebolas grandes cortadas em pedaços pequenos
  • 1/2 colher das de sopa de molho de pimenta
  • 1 colher das de sopa de mostarda tipo francesa
  • 1 garrafa de vinho branco seco
  • 3 xícaras de caldo de galinha
  • 1 xícara de manteiga derretida
  • sal a gosto
  • manteiga derretida para injetar.
Modo de preparo
  1. Pré-aqueça o forno em temperatura média (180º C)
  2. Coloque num liqüidificador as cebolas, os alhos, o molho de pimenta, a mostarda, 1 xícara de vinho, 1 xícara de caldo de galinha, a manteiga, o sal e bata bem em seguida
  3. Passe para uma vasilha, juntando o vinho e o caldo de galinha restantes e misture bem
  4. Recheie o peru e coloque-o numa assadeira sem untar
  5. Segure a pele do peito do peru com uma mão e, com a outra, empurre-a para soltar da carne
  6. Fure a carne com um garfo e, com o auxílio de um injetor de tempero, injete a manteiga derretida em vários pontos do peito do peru
  7. Esfregue o tempero preparado na superfície do peru e injete um pouco na carne
  8. Puxe a pele de volta, cobrindo novamente o peru, e costure com linha grossa
  9. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por cerca de 3 horas, regando o peru a cada 20 minutos com o molho que cair na assadeira
  10. Quando o papel já estiver escurecido, retire-o e deixe o peru no forno até dourar

Harmoniza com:

Achel Trappist Brune

Tipo de Harmonização: Semelhança

O carne do peru é mais “pesada” que de outras aves, como o frango, mas ainda sim é um prato leve. Para combinar com os sabores e temperos do prato, escolhemos uma Belgian Dubbel, que tem corpo médio e presença alcóolica moderada. A combinação de temperos do prato e os elementos da cerveja realçam os sabores do conjunto, tornando a harmonização muito saborosa.

Esperamos que vocês gostem das dicas, Cheers e Feliz Natal!