Wals_EAP

Salve Brejeiros!

Pergunte a um cervejeiro paulistano “Qual o melhor bar de cervejas especiais da cidade?”, e a resposta provavelmente será Empório Alto dos Pinheiros, ou para o mais íntimos, EAP. Este que vos escreve é um dos que teriam essa resposta, vou sempre que possível e fico por lá o quanto posso. A tríade de muitas e boas cervejas + boa comida + preço justo é possivelmente a razão do sucesso desse empório, que se tornou o maior reduto cervejeiro de São Paulo. É fato, a cerveja chegou ao Brasil ou foi lançada pelas cervejarias nacionais, pode apostar, está à venda no EAP.

Em 2013, o empório completa 5 anos, e para comemorar a cervejaria mineira Wäls foi a escolhida para criar uma cerveja comemorativa exclusiva para o EAP. Nasceu aí a Wäls EAP, que teve seu lançamento dia 23/04, e nós, da equipe Brejada, estávamos lá para acompanhar essa novidade.

O Sócio e mestre-cervejeiro da Wäls, José Felipe Carneiro, estava presente e falou um pouco sobre como foi preparar essa cerveja, deu dicas de harmonização, ainda falou sobre novas criações e a futura fábrica da Wals veja no vídeo abaixo:

Durante a degustação José Felipe disse que a ideia era criar uma cerveja que chegasse próxima a uma Bohemian Pilsner, ao mesmo tempo com diferenciais que a tornassem única. Para produzi-la, foi usado uma base de maltes pilsen e pale ale, com adição de maltes especiais melanoidina e caraaroma, além dos lúpulos Saaz e Zeus, esse último que deu ar tanto no amargor quanto no aroma, sendo utilizado nos dry-hoppings (foram feitos 3 seções de inserção de lúpulos na etapa fria). A levedura líquida Super yeast, desenvolvida pela Bio4 e utilizada também na Bohemian Pilsner, foi escolhida para essa cerveja, pelo caráter nulo de ésteres, dando espaço total às notas vindas do lúpulo. Tanto a garrafa quanto a versão em chopp foram pasteurizadas, em tempo menor que o tradicional para manter os aromas e notas de lúpulo no sabor.

Avaliação

wals_eap

Aparência: Coloração dourada e brilhante, com média-alta formação de espuma e alta persistência. Espuma cremosa e límpida.

Aroma: Uma explosão de lúpulos, com notas cítricas e herbais, contínuo mesmo após “esquentar” no copo. Fundo de malte fica escondido pela potência do lúpulo no aroma. Incrível para uma Lager!

Sabor: Início com leve malte para logo dar espaço ao amargor e sabor do lúpulo. Final herbal e seco, lembrando pinho, com aftertaste amargo. As notas lupuladas remetem mais ao sabor que ao amargor em si do lúpulo, o que deixa a cerveja muito fácil de beber. Equilibrada e saborosa, tanto na versão on tap quanto engarrafada.

Tato: Corpo médio-baixo com carbonatação média-alta. Cremosa, com baixa percepção alcóolica. Adstringência baixíssima.

Conjunto: Uma belíssima lager, atendendo muito bem a proposta. A aplicação dos dry-hoppings surtiu efeito e o aroma ficou fantástico, somando ao sabor de lúpulo e ao conjunto incrivelmente equilibrado. Sem defeitos técnicos aparentes, cabe esperar se o conjunto se mantém mesmo após um tempo de garrafa. Fresca e nova é absolutamente fantástica.

Nota Geral: 4,6 de 5,0

Para o futuro, foram adiantados alguns planos da Wäls para 2013: além do re-lançamento da Gioia, cerveja Pilsen feita especialmente feita para Festa Italiana de BH, que receberá também a técnica de triplo dry-hopping, haverá um lançamento, programado para o segundo semestre, de uma cerveja comemorativa do aniversário do pub mineiro Stadt Jever, uma lager que usará um novo lúpulo de origem alemã, o Mandarina, e também passará pelo processo de dry-hopping triplo.

[imagebrowser id=8]

Agradecemos ao Paulo Almeida, nosso grande amigo proprietário do EAP, pelo convite para participar desse lançamento e a equipe da Wäls, principalmente ao José Felipe Carneiro, pela atenção dada durante a coletiva. Parabéns a todos pela ideia, com certeza o objetivo foi alcançado com louvor!

Essa breja está à venda com exclusividade no EAP, que fica na Rua Vupabussu, 305 – Alto dos Pinheiros, São Paulo. As unidades são limitadas, portanto, corra para garantir a sua!

Cheers!