Gabriel Santana venceu a 11ª edição da etapa brasileira e vai representar o país em Glasgow, em setembro

A etapa brasileira do World Class Competition, maior campeonato de coquetelaria do mundo, organizado pela DIAGEO, elegeu Gabriel Santana como o bartender do ano. Além de levar o título de melhor do ano, Gabriel garantiu sua vaga na final mundial, que acontece em setembro, em Glasgow, na Escócia.

A primeira etapa das provas finais aconteceu nos dias 17 e 18 de junho durante o BCB São Paulo, evento reconhecido internacionalmente na indústria de bares e destilados. Quatro finalistas entraram na disputa: Rafael Welbert (Balaio IMS – São Paulo), Gabriel Santana (Benzina – São Paulo), Vinícius Kodama (Ponto Gin – Curitiba) e Gabriel Bueno (DOM – Curitiba). Para os desafios, os competidores apresentaram drinks autorais criados com os destilados premium da Diageo, como Johnnie Walker, Ketel One, Tanqueray, Ypióca Cinco Chaves e Bulleit.

A grande final e consagração do bartender vencedor aconteceu no Tessen Restaurante e Lounge, na noite de 18 de junho. Os finalistas realizaram mais uma prova em busca do título: O desafio Speed 6 x 6 Classics, em que deveriam fazer seis drinks clássicos com perfeita execução em apenas seis minutos. Gabriel Santana completou todas as etapas com maestria e levou o título de campeão do World Class Brasil 2019.

Gabriel, que é formado em gastronomia e hotelaria, hoje comanda o bar do Benzina, em São Paulo. Essa é sua segunda vitória no World Class. A primeira, em 2017, foi representando a Suíça, país em que morava na época. Agora, em 2019, o bartender vai representar o Brasil em Glasgow. “O World Class me proporcionou conhecimento e visibilidade e eu estou muito feliz em ganhar essa competição pela segunda vez, principalmente por poder representar o meu país na final global, o que é muito gratificante. Isso não teria sido possível sem o apoio que tive da minha equipe do Benzina. Eu consegui me preparar todos os dias porque todos acreditaram no meu potencial”, declara Gabriel Santana.

Os competidores foram avaliados por um júri formado por grandes nomes da coquetelaria brasileira: Márcio Silva (Guilhotina), Tai Barbin (Fairmont Rio), Alexandre D’Agostino (Apothek), Jean Ponce (Guarita) e Fabio de La Pietra (SubAstor). “Este ano, tivemos um nível altíssimo dos candidatos, que puderam também trocar experiências com grandes profissionais do mercado”, afirma Nicola Pietroluongo, Senior Brand Ambassador da Diageo.

O World Class é uma plataforma que visa desenvolver a cultura da coquetelaria em todo o mundo e contou, na etapa nacional, com 300 inscritos de todas as regiões do Brasil. Nos mais de 50 países em que está presente, o campeonato já reuniu mais de 60 mil profissionais nestes 10 anos. “Após uma década de World Class Competition, sempre buscando o bartender mais completo, a competição evolui para ser um programa inspiracional e que foca no desenvolvimento de todos os profissionais. A Diageo se orgulha ao promover essa competição que contribui para o avanço da cultura de coquetelaria no Brasil e no mundo”, diz Guilherme Martins, Diretor de Negócios de Reserve – portfólio de luxo da Diageo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: