Salve brejeiros, nós do Brejada resolvemos testar a nova criação da AMBEV, a Skol Hops, cerveja que promete trazer aroma de lúpulo comparada coma versão tradicional. Para isso fizemos 2 testes cegos em situações diferentes para saber qual é dessa novidade.

Skol Hops – Teste Cego

Neste teste chamamos o parceiro João Freitas do Rock Your Beer para comparar as duas versões em formato de teste cego.

 

Skol Hops – Teste Beber Sem Ver

Já neste teste provamos a Skol Hops em um teste cego, sem ter a menor ideia que ela estaria dentro da degustação

 

Skol Hops – Veredito

skol-hops-teste

O primeiro ponto a ser analisado é que as Skol Hops provadas em teste cego em situações diferentes também estavam diferentes.  Na  segunda avaliação ela apresentou notas sulfurosas que não apareceram no primeiro teste, portanto acho que neste caso foi uma fatalidade, ou ainda falta de regularidade no lote.

Analisando a breja friamente vemos uma cerveja bem leve, fácil de beber, sem defeitos ,com leve toque de lúpulo no aroma e claramente com defeito na espuma, tanto na quantidade, quanto na persistência. Muito provavelmente deriva de alguma técnica para deixar o corpo da cerveja mais leve o que pode ter feito o mosto perder proteína e consequentemente comprometido a espuma.

Para um leigo, a  quantidade de lúpulo talvez até seja a medida ideal para não assustar, mas para um fã de lúpulo a experiência será com certeza frustante. Mas entenda, é uma cerveja para o público leigo e por isso faz sentido o posicionamento da marca, tanto que eles fizeram questão de não incluir amargor a cerveja, manter praticamente o mesmo corpo da edição normal.

O preço também é bem competitivo e acredito que no final só ajude a popularizar cervejas mais lupuladas e trazer mais leigos para o universo artesanal. No final das contas é uma opção aceitável se o objetivo for se refrescar, não é uma esplendida cerveja, mas atende ao que foi proposta.

Cheers!

%d blogueiros gostam disto: